BlogAr - O Blog do Ar Comprimido Portátil
BlogAr - O Blog do Ar Comprimido Portátil

Porque utilizar o óleo original do compressor é tão importante



Em um elemento de parafuso, a principal e verdadeira função do óleo não é a lubrificação, mas sim garantir a correta compressão do ar. Ele desempenha um papel fundamental na troca de calor, evitando o superaquecimento. Elementos de parafuso geram muito calor no processo de compressão do ar, e em se tratando de compressores portáteis a diesel, o aquecimento pode ser influenciado e potencializado pelo ambiente externo (leia mais no post), assim como pelo calor que o motor gera.

Se por um lado existem muitos benefícios que um óleo adequado pode trazer para a performance e vida útil de um compressor de ar, por outro, os problemas que um uso inadequado acarreta compõem uma extensa lista. Vejamos alguns deles resumidamente:

- Estabilidade térmica e química. Tendo em vista que um dos principais papéis do óleo no elemento compressor é o resfriamento, ele precisa ser corretamente formulado para as temperaturas padrão de operação no modelo em que está sendo utilizado. Caso contrário, ele será carbonizado, criando pequenas partículas em suspensão que irão bloquear o separador de ar/óleo, reduzindo sua vida útil e afetando a qualidade do ar comprimido. Os depósitos de óleo carbonizado formam uma camada por toda a superfície interna do radiador, comprometendo a eficiência da troca de calor e criando um círculo vicioso, onde a temperatura aumenta ainda mais, intensificando o processo de carbonização. Além disso, o óleo nestas condições tende a se tornar mais ácido, provocando corrosão química nos componentes internos com que tiver contato. Existem muitos tipos de aditivos que evitam isso, e é natural que o fabricante de compressores tenha testado as combinações que apresentam melhor resultado nos equipamentos que produz.

- Um dos componentes mais sujeitos à degradação química pelo contato com óleo, são as vedações de borracha. Portanto, os lubrificantes para elementos compressores são formulados de modo a preservar a integridade dessas vedações, conforme o tipo de peça e material usado em cada modelo.

- Outra função importante do lubrificante no elemento compressor é facilitar a posterior separação entre óleo e ar.  Isto é obtido através do uso de aditivos específicos, o que pode variar muito de fabricante para fabricante.

- Produção excessiva de bolhas/espuma: outro risco a ser evitado com o uso de aditivos, que variam muito de fórmula para fórmula. O processo de formação de bolhas e espuma no óleo lubrificante e os danos que pode provocar no compressor de ar são um capítulo à parte, e trataremos especificamente deles em um outro post.

- Partida a frio. Quando o elemento compressor inicia o funcionamento, as temperaturas ainda estão baixas, e a viscosidade do óleo precisa ser adequada para garantir uma partida a frio sem sobrecargas no sistema de partida do motor.

Portanto, a questão não se refere necessariamente à “qualidade” do óleo, mas sim à sua ADEQUAÇÃO. Por melhor que seja sua procedência, foi desenvolvido para um projeto específico, que pode variar entre um fabricante e outro...

No caso de equipamentos novos, existe mais um fator de atenção, que é a garantia de fábrica. Na garantia oferecida para um compressor, está implícita a confiança do fabricante de que ele não falhará, se usado corretamente. Por isso, o óleo recomendado para cada modelo traz a certeza de que muitos testes foram feitos para assegurar isso. Portanto, o uso de um óleo não original pode implicar na perda da garantia.


 
Carregando busca...
Conheça Nossos Canais:








 

VÍDEOS EM DESTAQUE

Assista o vídeo
Atlas Copco - Compressores de ar portáteis - Hard Hat (Carenagem reforçada)
Assista o vídeo
ATLAS COPCO Energia Portátil
Assista o vídeo
Atlas Copco - Compressores de ar portáteis - Hard Hat (Carenagem reforçada)
Assista o vídeo
ATLAS COPCO Energia Portátil
 

Sobre o blogAR

O blogAR é um blog feito para engenheiros e profissionais da construção civil. Para saber as novidades do setor de ar comprimido. Entre no nosso blog, e também nos acompanhe nas redes sociais.

 
 

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Nome:

E-mail:

Telefone:

Comentário: